Os números são reveladores de uma importante adesão dos clubes do Universo AF Setúbal na edição de estreia dos renovados Encontros Distritais de Traquinas e Petizes “JOGA +” e deixam antever uma participação reforçada na próxima época.

Na relva (artificial e natural), em pavilhão, na rua e na praia, a AF Setúbal, através do Gabinete Téncnico dinamizou entre os dias 16 de dezembro de 2018 e 2 de junho de 2019, oito ações de promoção e desenvolvimento do futebol de base.

Nesta gratificante jornada participaram um total de 1016 meninas e meninos, que se divertiram com o jogo da bola, em representação de 170 equipas (75, no escalão de petizes, + 95, no patamar de traquinas) fazendo sobressair as cores de dezenas de clubes formativos da nossa região.

“Este é o caminho a seguir”

Tomás Pereira, coordenador técnico distrital da AF Setúbal, que conduziu a dinamização do projeto “JOGA +” não hesitou em assumir que “a avaliação global é extremamente positiva”.

“A adesão dos clubes foi muito boa e o feedback que fomos recebendo durante toda a época também nos faz acreditar que este é o caminho a seguir e que os nossos clubes estão connosco nesta longa estrada que é a formação de atletas”, começou por destacar.

O renovado enquadramento das ações propostas, em que o contexto da atividade ganhou novos espaços de prática, surpreendeu.


Tomás Pereira numa das reuniões técnicas que antecederam os eventos do "JOGA+"

“O objetivo e visão foi sempre muito claro para todos nós. A promoção do desporto e do Futebol/Futsal, contribuindo para o desenvolvimento multilateral das crianças, promovendo um conjunto de vivências e experiências diversas, mas muito ricas e marcantes, no seu crescimento pessoal e social”, elencou o coordenador técnico, antes de destacar algumas das mais-valias do projeto.

“Temos a certeza de que as experiências dos encontros na rua e na praia foram um marco importante para todos, bem assente nos muitos sorrisos de todos os participantes. Outra particularidade foi a diversidade de formas de jogo praticada nos diversos encontros, desde o 3x3 sem guarda redes (na rua), passando pelo GR+3x3+GR (em pavilhão), 3x3 com guarda-redes avançado (na praia) e com o GR+4x4+GR (em relvados), promovendo mais uma vez uma grande diversidade de experiências e contextos competitivos aos jovens atletas, mas garantindo sempre o contacto com a bola que é determinante na sua evolução”, assinalou.

Crescer com o envolvimento de todos

Num olhar para o futuro que se avizinha, ou seja, a organização de uma segunda edição do “JOGA +”, Tomás Pereira confia que a iniciativa será reforçada.

“Existem e existirão sempre lacunas, aspetos a melhorar, mas acreditamos que cresceremos com os nossos clubes filiados e o projeto também crescerá com os emblemas do universo associativo. Daí que estejamos a preparar reuniões e seminários para a próxima época desportiva, no âmbito do futebol de base, convidando todos os clubes a participar, visto que serão momentos muito importantes para a melhoria do projeto e para o crescimento e desenvolvimento do atleta do distrito de Setúbal”, rematou.

Recorde-se que os Encontros Distritais de Traquinas e Petizes “JOGA +” começaram no dia 16 de dezembro, no relvado artificial do Campo do Olival (Clube Desportivo e Recreativo Águas de Moura), Palmela, seguiram a entusiasmar para o pavilhão do Luso Futebol Clube, Barreiro, e animou o Largo de S. João, em Palmela.




De regresso ao contexto indoor, o “JOGA +” fez a festa no pavilhão do Clube Recreativo Piedense, Almada, reentrou com a bola no relvado (natural) do Campo Municipal de Santo André, Santiago do Cacém, e avançou para brincar no areal, nomeadamente nas praias da Figueirinha, Setúbal, e Vasco da Gama, Sines.





Este domingo, dia 2 de junho, fechou, no Estádio Municipal de Samouco, Alcochete, de sorrisos bem abertos, o primeiro percurso de uma caminhada em nome das crianças do nosso futebol e com a força dos clubes da nossa região.